Avança comboio de Évora a Elvas

Obra implica um investimento de 422 milhões de euros.

O concurso público para a construção do troço ferroviário entre Évora e Elvas será lançado até o final de março, divulgou o o Ministério do Planeamento. A ligação ferroviária entre as duas cidades tem por principal objetivo o transporte de mercadorias por comboio entre os portos de Sines e de Setúbal e a fronteira espanhola.

A obra implica a construção de três troços: Évora Norte – Freixo, por 70 milhões de euros; Freixo -Alandroal, 105 milhões de euros; e Alandroal-Linha do Leste, com um custo de 220 milhões de euros. A fiscalização da obra envolve uma despesa de 27 milhões de euros.

Ao todo, o investimento ronda os 422 milhões de euros, dos quais 264 são comparticipados pelo Estado. A parcela restante, de 158 milhões de euros, é assumida por fundos comunitários, no âmbito do Programa Mecanismo Conectar Europa.

A ligação ferroviária entre Sines e a fronteira no rio Caia foi acordada na XIX Cimeira Luso-Espanhola, na Figueira da Foz, em 2003. Mas o projeto só agora foi posto em marcha. O Governo destaca que, com o anúncio deste concurso, termina um período de “décadas em que não era construído um troço de caminho de ferro desta envergadura”, com uma extensão de 100 quilómetros.

A Infraestruturas de Portugal divulga que a previsão de conclusão do projeto é 2020 e a entrada em exploração em 2021. O projeto permitirá aumentar a capacidade diária na saída de Sines dos atuais 36 comboios de 400 metros para 51 de 750 metros.

In Correio da Manhã

Share Button

Deixe uma resposta